sexta-feira, 8 de abril de 2011

Uma carta !


Você nem deve saber e eu jamais terei coragem de dizer. O seu sorriso não sai da minha cabeça e, eu nem preciso fechar os olhos para ve-lo. As estrelas, com seu brilho e sua beleza, me lembram você. Seu jeito fofo de ser conquistou a mim em pouco tempo, até seu jeito de andar é fofo, engraçado mas fofo. Sua voz, ah, o que dizer ? Ela é engraçada e as vezes, quando te ouço falar com seus amigos, não consigo entender mas, essa é a voz que eu queria poder ouvir dizendo que gosta de mim. Se é tímido ? Bem, isso eu não sei mas, acho que sim, o que da um charme a mais a você.
Temos uma diferença pequena de idade, você com uma aparência e eu com outra. Amigos, escola, vidas diferentes. Eu sei muito sobre você, sem nenhum exagero. Você, de mim deve saber apenas o nome. O mais engraçado é que sou a unica que te acha bonito, fofo e acima de tudo, um garoto perfeito com seus defeitos.
Conversar ? Não, isso nunca aconteceu com a gente. E é ai que eu me pergunto, como eu pude me apaixonar por você sem nunca nem ter trocado uma sequer palavra ?
Essa, talvez, seja uma duvida da qual eu preciso da resposta. E, saber que você sente o mesmo, me faria uma das pessoas mais felizes que existe. Mas, eu sei que você, provavelmente, não sente o mesmo por mim.
Ah, é uma grande pena. Quem sabe, algum dia, eu aprenda a gostar de quem gosta de mim.

4 comentários:

Lídia disse...

Que lindo natalie *-*
Amei o texto.
Me visita : nadadeperfeicao.blogspot.com

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

MUITO BOM O TEXTO GATXINHA. REALMENTE NUNCA ESPERAMOS CARTAS ASSIM.

Sarah disse...

Awn, que bom que gostaram (:
Fui eu que escrevi, rs.
Acabei de te visitar, Lidia !

Place Style ϟ disse...

Adorei seu blog, estou seguindo, quando puder passa lá?

http://placestyle.blogspot.com/
Beijos,