sexta-feira, 15 de abril de 2011

Culpa do destino


Boa noite, leitoras(os). Bom, criei coragem e vim falar pra vocês sobre algo que estou escrevendo. Eu sempre tive vontade de criar alguma história, me inspirar em alguém, usar as palavras com algo que me faça bem. Foi pensando nisso, que resolvi começar uma história, chamada Culpa do Destino. Devido a duas semanas de provas bimestrais, a deixei sem atualização mas, a partir de hoje, volto com ela. Vou postar a apresentação e o link logo abaixo e se puderem, vejam e comentem aqui o que acharam ?

"Vanessa, eu sinto muito, ela não resistiu. A voz rouca e triste do médico, me dando a noticia que mudou minha vida, ainda não saiu de minha cabeça. Faz só uma semana que tudo aconteceu. Filha, eu sempre estarei com você, basta reparar nos minimos detalhes da vida que me verá.Eu te amo. Foram as últimas palavras que minha mãe teve a oportunidade de me dizer, nada mais além disso. É como se o rosto dela coberto por lágrimas e sangue, estivesse bem a minha frente, é como se aquela cena se repetisse toda vez que fecho os olhos. Um acidente de carro tirou de mim meu bem mais precioso e deixou uma dor inexplicável dentro de mim. Eu perdi a confiança em tudo e todos, meu pai é o único em quem eu consigo confiar. Livros, filmes e café tornaram-se minha companhia, minha diversão. Posso ser classificada com uma menina tímida, de poucas palavras e experiente no assunto ” tristezas e solidão ”.Agora, estou morando apenas com meu pai e daqui uma semana, iremos nos mudar para Ubatuba. Ele acredita que continuar vivendo aqui, onde cada lugar lembra alguma coisa, não será bom para nós.  "
Para conferir mais, clique AQUI .
Irei esperar pela opinião de vocês ai nos comentários, ok ? Bom fim de semana pra vocês !
Beijinhos

Um comentário:

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

AURPREENDENTE! ISSO ACONTECE SEMPRE NOS HOSPITAIS. ABRAÇOS.